JANEIRO 2019

Soja e outras plantas de verão em pleno crescimento.
Citros, café e cana de açúcar enfrentando limitações do clima.

 
 LANÇAMENTO BIOGRAFIA
 Busca
 
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo
(mla)
:: CARBONO, NITROGÊNIO E ABUNDÂNCIA NATURAL DE δ15N E δ13C DA MATÉRIA ORGÂNICA LEVE SOBRE SPD E ILP
Arcângelo Loss, Marcos Gervasio Pereira, Adriano Perin, Sidinei Julio Beutler e Lúcia Helena Cunha dos Anjos - mgervasiopereira@gmail.com
O trabalho teve como objetivo quantificar a massa da matéria orgânica leve (MOL) em água e da fração leve livre (FLL) da matéria orgânica do solo (MOS) e os respectivos teores de carbono (C), nitrogênio (N) e abundância natural de δ15N e δ13C contidos na massa da MOL, C e N na FLL em sistemas de uso do solo no Cerrado goiano (Cerradão). Foram avaliados um sistema de integração lavoura-pecuária -SILP (milho+braquiária/feijão/algodão/soja) e sistema plantio direto - SPD (girassol/milheto/soja/milho).

A cobertura vegetal de Cerrado natural, adjacente ao SPD e SILP, foi considerada como condição original do solo. Coletaram-se amostras de solo nas profundidades de 0-5 e 5-10 cm, em delineamento inteiramente casualizado.

O SILP apresentou maior massa e teores de C na MOL (5-10 cm) e, também maior massa e teores de C e N na FLL (0-10 cm) quando comparada com o SPD. Em relação ao Cerrado, o SILP apresentou maiores valores para N-MOL e δ15N-MOL (0-5 cm), C e N da FLL (0-5 cm). Por meio dos indicadores físicos, MOL e FLL, foi possível inferir que o SILP aumentou essas frações da MOS quando comparado ao SPD.

Para ler a íntegra do artigo, em inglês, clique aqui


(mla)
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo

Conveniada: Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz - FEALQ 
Contato: agrisus@agrisus.org.br e agrisus@fealq.org.br