MAIO 2019

Passada a temporada de fortes chuvas é tempo de avaliar os estragos e rever os sistemas conservacionistas visando à sustentabilidade dos solos e das lavouras

 
 ENTREGA PRÊMIO
 Busca
 
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo
(mla)
:: AINDA A FINA PELE DO PLANETA
Antonio Roque Dechen e Ondino Cleante Bataglia
A conservação e melhoria dos solos cultivados para garantir a sustentabilidade para as próximas gerações é o foco da Fundação Agrisus, por isso ela apoia a educação como forma mais ampla possível de levar ao agricultor as melhores técnicas de preservação e melhoria da fertilidade dos solos sob os aspectos da química, física e biologia.

Embora se dedique totalmente a seus objetivos, a capacidade da Fundação é limitada diante da enorme necessidade de desenvolvimento tecnológico para melhoria e conservação dos solos. O progresso conseguido no passado quando as instituições públicas tinham equipes capacitadas ainda sustenta o uso atual dos solos. Todavia o que se percebe é um esvaziamento das instituições de pesquisa, ficando mais uma vez evidente que outras instituições públicas, como os órgãos de defesa da agricultura, assumem o papel de policiar o uso dos solos pelos agricultores, enquanto a pesquisa e a extensão rural simplesmente estão deixando de ser uma prioridade nos estados brasileiros.

A edição do JEA é de janeiro/fevereiro de 2018. Para ler a íntegra do artigo clique aqui





(mla)
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo

Conveniada: Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz - FEALQ 
Contato: agrisus@agrisus.org.br e agrisus@fealq.org.br