SETEMBRO 2018

Final das aprontações para inicio da semeadura tão logo iniciadas as chuvas da Primavera. Na R-1 o milho já germinado padece do frio com geadas. Colheitas de citros, algodão e cana próximos do fim. Iniciada a parição nos rebanhos a pasto.

 
 HOMENAGEM
 Busca
 
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo
(mla)
:: PLANTIO DIRETO E OS SEUS DESAFIOS EM DIFERENTES MANEJOS
Fernando Rigbeiro Sichieri
Para Fernando Ribeiro Sichieri, se não tivesse havido o advento do SPD no Brasil, nenhuma tecnologia teria sido tão eficiente na elevação da produtividade das culturas anuais. Mesmo com todos os excelentes estudos realizados nas décadas de 1970, 80 e 90 na área de conservação do solo e água, sem o SPD a erosão teria inviabilizado boa parte das áreas agrícolas atuais, aumentando os custos de produção e incentivando à expansão das nossas fronteiras agrícolas para compensar a redução da produtividade.

Para ele, os grandes desafios estão na dificuldade de mecanizar o Sistema de Plantio Direto, produção de cobertura morta de qualidade, com bom volume e alta relação C/N desta palhada, proporcionando uma maior proteção à cultura posterior e, consequentemente, com maiores benefícios.

Para ler a íntegra do artigo clique aqui



(mla)
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo

Conveniada: Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz - FEALQ 
Contato: agrisus@agrisus.org.br e agrisus@fealq.org.br