JANEIRO 2019

Soja e outras plantas de verão em pleno crescimento.
Citros, café e cana de açúcar enfrentando limitações do clima.

 
 LANÇAMENTO BIOGRAFIA
 Busca
 
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo
(mla)
:: IMPORTÂNCIA DA COBERTURA VEGETAL E APLICAÇÃO DE CALCÁRIO E GESSO NO SISTEMA DE PLANTIO DIRETO
Jéssica Pereira de Souza; Fabiane Machado Vezzani; Glaciela Kachusk; Emanuel Maltempi de Souza; Leandro Bortolon; Elisandra Solange Oliveira Bortolon; Francelino Peteno de Camargo
O resultado da pesquisa desednvolvida sugere que a correção da acidez pode reduzir a população de nematoides no solo e, como consequência, reduz a população de Candidatus Xiphinematobacter.

A rotação de culturas também é uma técnica indicada para o controle de nematoides, pois introduz a quebra das interações entre planta e patógeno. Devido à seleção de microrganismos, que ocorre por meio da composição orgânica característica de cada planta, a monocultura pode favorecer o crescimento somente de algumas espécies de microrganismos. Essa prática desfavorece a competição e o controle natural das populações microbianas, podendo resultar no aumento de populações patógenas, ao ponto de causar danos às culturas em desenvolvimento. Essa é mais uma evidência dos riscos da monocultura no controle de patógenos.

Os resultados deste estudo reforçam a relevância da cobertura vegetal e da aplicação de calcário e gesso no solo nas áreas produtoras de grãos, pois ambas atuam sobre a comunidade de bactérias do solo e, consequentemente, sobre a produtividade e sustentabilidade do sistema.

Para ler a íntegra do artigo clique aqui


(mla)
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo

Conveniada: Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz - FEALQ 
Contato: agrisus@agrisus.org.br e agrisus@fealq.org.br