JUNHO 19

Mês frio das tradicionais festas juninas, este ano deve ter calor acima da media em grande parte do país. Produtividades de plantas de inverno afetadas de forma imprevisível.

 
 ENTREGA PRÊMIO
 Busca
 
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo
(fc)
:: A MOVIMENTAÇÃO DOS IONS NOS SOLOS DO ESP
R.Kupper e Outros - Boletim No.34 do IAC - 9 págs. - www.agrisus.org.br
A MOVIMENTAÇÃO DOS IONS NO SOLO
Preocupada com as eventuais perdas de nutrientes por lixiviação com conseqüente desperdício dos fertilizantes aplicados, a Manah S.A. sugeriu e financiou 57 anos atrás experimento inédito no IAC para conhecer o problema nos principais tipos de solo cultivados no Estado de S.Paulo. O ensaio, de especial dificuldade de execução, foi baseado em colunas indeformadas de terra que, após receberem os fertilizantes, eram submetidas a irrigação reproduzindo o regime médio de precipitação verificada no verão do ESP. Alem das medições do lixiviado, as colunas de tratamento repetido eram periodicamente utilizadas para verificação dos teores de N, P e K nas várias camadas do solo. Os resultados, embora não surpreendendo os especialistas, vieram estabelecer parâmetros de lixiviação para cada um dos três tipos estudados. Verificou-se que o N nítrico é rapidamente lixiviado nos três tipos de terra, enquanto o N amoniacal, como NH4, apresenta razoável estabilidade até por 120 dias, com tempo de ser absorvido pelas raízes. O P, mesmo solúvel em água, é muito estável, não se movimentando ao longo do perfil, pelo menos durante o período do estudo. O K movimenta-se muito lentamente, com prazo suficiente para ser utilizado pela planta. Houve grande surpresa pelo fato de se notar certa fixação desse nutriente nos solos arenosos da Série Bauru Superior. A íntegra do resumo do experimento consta do Boletim No. 34 do IAC que pode ser consultado na totalidade através de link existente na lista cronológica de publicações reputadas de especial interesse ou financiadas pela Agrisus. O original do Relatório completo do experimento, com todos os dados, fotos e demais informações encontra-se na Biblioteca do IAC, por doação da cópia pertencente à Manah.

(fc)
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo

Conveniada: Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz - FEALQ 
Contato: agrisus@agrisus.org.br e agrisus@fealq.org.br