JUNHO 19

Mês frio das tradicionais festas juninas, este ano deve ter calor acima da media em grande parte do país. Produtividades de plantas de inverno afetadas de forma imprevisível.

 
 ENTREGA PRÊMIO
 Busca
 
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo
(cv)
:: AGORA A RIQUEZA VIRÁ DO CAMPO
James - Revista VEJA - www.veja.com.br
AGORA A RIQUEZA VIRÁ DO CAMPO*

James "Jim" Rogers
Revista Veja, 26.08.09

“Nos próximos anos, haverá poucos empregos em Wall Street. Sempre brinco dizendo que os corretores de investimentos terão de dirigir táxis. Os mais espertos, contudo, aprenderão a dirigir tratores, para que possam trabalhar para os fazendeiros, que serão os verdadeiros ricos dos próximos trinta anos. Os fazendeiros serão os donos dos Lamborghinis no futuro, não mais esses espertalhões do mercado financeiro”.

“A agricultura é a única área da economia mundial cujos fundamentos, até onde eu sei, estão realmente melhorando. Ela deve ser o primeiro setor a crescer quando o mundo sair da crise. É bastante provável que nos próximos anos eu aplique a maior parte de meus recursos em commodities agrícolas.”

“ A sorte do Brasil, em particular, é ter um agronegócio bastante expressivo e competitivo e contar com abundância de recursos naturais. Certamente haverá oportunidades no mercado de produtos agrícolas. Por isso, o Brasil está mais bem posicionado que outros países na atual situação da economia mundial. Os frutos virão, desde que, é claro, o governo mantenha a seriedade na política econômica.”

“Países bem administrados e com grandes quantidades de recursos naturais têm mais a ganhar. Eles tendem a se beneficiar do crescimento da única área cujos fundamentos não foram abalados pela crise, o mercado internacional de commodities”.

“Sempre existem oportunidades para ganhar dinheiro. Aposto que muitas pessoas vão conseguir enriquecer nos próximos vinte a trinta anos. Os agricultores, é óbvio, ficarão riquíssimos! É bom lembrar que, mesmo durante a Grande Depressão, houve famílias que construíram fortunas. Por outro lado, repito que não haverá mais oportunidades como as que se podiam encontrar em Wall Street ou na City londrina. Agora, riqueza mesmo virá do campo.”

*Entrevista do investidor americano James "Jim" Rogers, de 66 anos, considerado um financista gênio.
Revista Veja 26.08.09 (Pág. amarelas, trechos)


(cv)
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo

Conveniada: Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz - FEALQ 
Contato: agrisus@agrisus.org.br e agrisus@fealq.org.br