:: INFILTRAÇÃO DE ÁGUA E PROPRIEDADES FÍSICAS DO SOLO EM ÁREAS SOB SEMEADURA DIRETA NO OESTE DE SANTA CATARINA
A erosão hídrica é a principal fonte de degradação de solos do mundo. Estima-se que aproximadamente 25% dos solos cultivados no mundo possuem algum grau de degradação e, destes, se supõe que 84% sejam originados pela erosão, sendo a erosão hídrica responsável por 56% e a erosão eólica 28%.

Após o surgimento e a difusão da semeadura direta ou plantio direto, devido ao efeito protecionista da cobertura do solo, criou-se a falsa ilusão de que a erosão hídrica não era mais um problema. Nesse contexto, houve um grande abandono das demais práticas conservacionistas de suporte mas é obsoleta a ideia de que é desnecessário o uso de terraços e/ou práticas conservacionistas de suporte, especialmente em regiões com lavouras com alto grau de inclinação.

O conhecimento da infiltração de água no solo é essencial para a confecção e para o planejamento de obras ou estruturas hidráulicas para manejar e controlar a enxurrada e, consequentemente, a erosão hídrica nas áreas agrícolas.

Para ler a íntegra do relatório clique aqui




Fonte: Júlio César Ramos