FEVEREIRO 2018-Produtores aprestam-se para a colheita da soja, seguida da semeadura da segunda safra, esta com atraso da melhor época. Provável aumento do sorgo. Melhor tecnologia recomenda sobressemeio de B. ruziziensis, para assegurar PD de qualidade.
 
 ANIVERSÁRIO ABC
 Busca
 
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo
(mla)
:: APTA LANÇA PLATAFORMA ONLINE DE ACESSO AOS SEUS PROJETOS DE PESQUISA EM DESENVOLVIMENTO
O Sistema de Gestão de Pesquisa é utilizado internamente por pesquisadores da Agência desde 2015. O público pode agora ter acesso à plataforma online, que reúne informações sobre a quantidade de projetos de pesquisa em desenvolvimento na APTA, vigência de cada projeto, unidade e pesquisador responsável, área estratégica e linha de pesquisa que se enquadra. É possível, inclusive, buscar os projetos por palavras chaves ou por instituto e centro de pesquisa, facilitando o acesso às informações.

“O SGP é uma ferramenta importante para organizarmos internamente os projetos em desenvolvimento e também darmos transparência ao público sobre as atividades que a APTA e suas unidades desenvolvem”, afirma Orlando Melo de Castro, coordenador da APTA.

Para o corpo técnico da Agência, o sistema facilita o acompanhamento do processo de aprovação das propostas de projeto, fazendo alterações e ajustes quando necessário, de forma simples e rápida. “Quando os ajustes são feitos, a hierarquia responsável pela aprovação do projeto é avisada imediatamente. Isso garante agilidade na aprovação de novas propostas e faz com que o trabalho burocrático seja simplificado”, afirma Valeria Comitre, diretora do Departamento de Gestão Estratégica (DGE-APTA), responsável pelo SGP.

De acordo com Gisele Anne Camargo, pesquisadora e diretora de divisão no DGE-APTA, o sistema proporciona agilidade, segurança e estabilidade na gestão das informações. “Os dados disponíveis são os básicos para que o público possa conhecer o trabalho da APTA. Temos o cuidado de manter informações de resultados em sigilo, principalmente, devido à necessidade de ineditismo para proteção das tecnologias e pedidos de patente”, explica.

Atualmente, 716 projetos estão cadastrados no SGP e outras 247 propostas estão em análise. Os projetos abrangem diversas áreas do conhecimento voltadas ao desenvolvimento agrícola e da pecuária.

Para ter acesso à plataforma clique aqui

Fonte: Assessoria de Imprensa APTA
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo

Conveniada: Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz - FEALQ 
Contato: agrisus@agrisus.org.br e agrisus@fealq.org.br