JULHO 2018-Safrinha de milho colhida com alguma seca na R2-Trigo semeado na R1. Iniciado pastoreio pós-soja, formados direto ou consorciado ao milho. Fenação na R4 para compensar retirada do gado para pastos permanentes mal brotados.
 
 RALLY DA SAFRA 2018
 Busca
 
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo
(mla)
:: COM ILPF, BRASIL MOSTRA TECNOLOGIA DE BAIXA EMISSÃO DE CARBONO NA COP 23
Entre as vantagens desse sistema produtivo estão a intensificação sustentável do uso da terra, a diversificação da produção, a geração de emprego e renda, a conservação do solo, o melhor uso dos recursos naturais e dos insumos, a redução da pressão pela abertura de novas áreas, o bem estar animal e também a mitigação das emissões de gases causadores do efeito estufa.

Como a ILPF se baseia em preceitos conservacionistas, como o plantio direto na palha, a rotação de culturas e a recuperação de pastagens, ela contribui para a maior eficiência produtiva e para aumentar a matéria orgânica no solo.

Para ler a íntegra do texto clique aqui

Fonte: Gabriel Faria, Embrapa Agrossilvipastoril
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo

Conveniada: Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz - FEALQ 
Contato: agrisus@agrisus.org.br e agrisus@fealq.org.br