JANEIRO 2019

Soja e outras plantas de verão em pleno crescimento.
Citros, café e cana de açúcar enfrentando limitações do clima.

 
 LANÇAMENTO BIOGRAFIA
 Busca
 
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo
(mla)
:: NASCE ENTIDADE PARA TRATAR DE SISTEMAS INTEGRADOS DE PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA (SBSIPA)
Na carta aberta divulgada pela Sociedade Brasileira de Sistemas Integrados de Produção Agropecuária (SBSIPA) são apresentados os objetivos da entidade. O site ainda está em construção mas os interessados podem entrar em contato pelo facebook: clique aqui.

Segue a íntegra do documento:

CARTA ABERTA À SOCIEDADE: APRESENTAÇÃO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE SISTEMAS INTEGRADOS DE PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA (SBSIPA)

Somos a Sociedade Brasileira de Sistemas Integrados de Produção Agropecuária (SBSIPA), uma associação civil, científica, de direito privado, sem fins lucrativos, de finalidade cultural e de utilidade pública. A SBSIPA tem como missão congregar pessoas e instituições para a promoção e desenvolvimento da ciência, para a construção de saberes e transferência de tecnologia e inovação no âmbito dos Sistemas Integrados de Produção Agropecuária (SIPA), apresentando-se como agente mediador da interação entre a assistência técnica e o setor produtivo. Somos uma comunidade multidisciplinar, que abriga especialidades das ciências agrárias, sociais e econômicas. Uma Sociedade que acredita nos SIPA como alternativa de produção sustentável de alimentos e como filosofia de produção para o futuro da segurança alimentar do Brasil e do mundo.

No Brasil, há importantes discussões sobre os impactos ambientais relacionados à produção agrícola e pecuária. Ecossistemas naturais vêm sendo convertidos em áreas agrícolas e, como decorrência, os serviços ecossistêmicos vêm sendo perdidos quando as áreas agrícolas se especializam e perdem diversidade e quando se associam práticas inadequadas de manejo do solo e de cultivos. Isso resulta em degradação do solo, emissão de gases causadores de efeito estufa e diminuição de diversidade florística e funcional dos sistemas, derivando perdas na qualidade do solo e comprometendo os recursos naturais. Urge a necessidade de alternativas a esses processos de degradação, buscando sistemas de produção que conciliem a produção eficiente de alimentos com a sustentabilidade no tempo. Os SIPA se destacam justamente por aderirem a essas exigências contemporâneas de produção sustentável, garantindo a segurança alimentar.

Diversos são os campos de ação e desafios para a aplicação do conceito da Intensificação Sustentável, que é a fundamentação teórica dos SIPA, e pretendemos buscar parcerias que compartilhem dos mesmos objetivos da SBSIPA. Neste contexto, a criação da SBSIPA priorizará: 1) Promover e facilitar a divulgação e o compartilhamento do conhecimento científico entre os pesquisadores, bem como promover a aproximação dos agentes de transferência de tecnologia e produtores rurais com as inovações científicas e tecnológicas; 2) Congregar os objetivos de entidades de classe de produtores rurais e difusores de tecnologia junto às entidades de ensino e pesquisa; 3) Integrar pesquisadores, conhecimentos e tecnologias produzidas pelas diversas áreas do saber, tais como produção animal, produção vegetal, solos, ciência ambiental, sócio economia, entre outras, que interagem nos SIPA; 4) Estimular a melhoria da qualidade do ensino sobre sistemas de produção em todos os níveis, por meio da integração das diversas grandes áreas do saber e formação generalista; 5) Defender os interesses da produção agropecuária brasileira, tendo em vista o seu importante papel econômico, ecológico e social; 6) Integrar os setores acadêmico e produtivo, a fim de compreender melhor as demandas e envolver atores na busca pela Intensificação Sustentável e segurança alimentar do nosso país.

Instituições e pessoas que alinhadas aos propósitos acima descritos, e que queiram se engajar à SBSIPA, serão acolhidas com muita satisfação.

Rondonópolis, Outubro de 2018.

Fonte: SBSIPA
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo

Conveniada: Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz - FEALQ 
Contato: agrisus@agrisus.org.br e agrisus@fealq.org.br