Dezembro

Calor, chuvas, luz, plantas no campo: é tempo de celebrar a nova safra e comemorar as festas com esperanças para um próximo ano próspero e fraterno.

 
 PRÊMIO ABAG 2019
 Busca
 
 VoltarImprimirEnviar para um amigo
(fc)
:: Plano de Trabalho 2008
Senhores Curadores:

Nos termos do inciso IV do artigo 22 de nossos Estatutos, vimos submeter o programa de trabalho para 2008.

Plano de Trabalho para 2008

Com base no resultado financeiro verificado no período de janeiro a outubro de 2007 sugerimos uma verba inicial de R$ 1.000.000,00 para financiamento de projetos através do Fundo Agrisus, com utilização parcial do superávit previsto no balanço de 2007 para complementar o saldo dessa conta.

A proposta para rateio da verba do Fundo Agrisus está baseada no valor das aprovações em 2007 quando ocorreram as seguintes proporções: educação individual 17%, educação coletiva 32% e pesquisas técnicas 51%.

Assim propomos para 2008 a seguinte distribuição ajustada às tendências ultimamente verificadas:

1 - Educação individual (bolsas, participação.em eventos)..........................20%
2 - Educação coletiva (eventos, demonstrações)...........................................40%
3 – Embasamento da educação (pesquisas, validações)...........................40%

Esta distribuição é passiva de ajustes em função de tendências no decorrer do exercício. Nas pesquisas será dada prioridade à produção de biomassa, justificável pelo resultado do projeto financiado pela Fundação para levantamento feito em 2007 sobre o estado da arte do plantio direto- PD nas 4 regiões climáticas estudadas. Os resultados dessa pesquisa mostraram uma redução da cobertura por resíduos em quase todas as regiões.

Para as despesas operacionais de 2008, prevemos uma verba de R$ 250.000, a partir da aprovada em 2007 acrescida de 25%, a fim de atender aos encargos de uma secretaria executiva em organização.

Com relação à receita, em 2008 não teremos o desconto bi-anual do IRPJ a que estão sujeitos os fundos de investimento exclusivos, pois nosso patrimônio passou à titularidade direta da Fundação, com o que não haverá débito do IR feito pelo estabelecimento bancário administrador do fundo.

Continuaremos a empenhar os melhores esforços para liberar os depósitos judiciais feitos na Caixa Econômica Federal que somam acima de R$ 2.100.000, exclusive os rendimentos creditados pela instituição. O processo judicial de ação declaratória continua pendente de julgamento.

Com relação ao site “www.agrisus.org.br”, -recém adaptado para incluir matéria original de artigos e relatórios,-continuaremos procurando aperfeiçoá-lo como fonte de informações sobre a Fundação, afim de que os interessados possam se inteirar do histórico e da atualidade da entidade.

É ponto capital deste programa intensificar nosso relacionamento com a Associação Paulista de Fundações-APF, visando primordialmente um esclarecimento definitivo sobre a imunidade fiscal assegurada pela Constituição Federal, mas ainda mal regulamentada.

Da mesma forma será avaliada a conveniência de promover pesquisas de especial interesse para a agricultura de conservação, através de editais oferecendo apoio e prioridade às iniciativas para solução de problemas que estejam cerceando as práticas de melhoramento e conservação do solo.

Pretendemos adotar nova classificação dos projetos ajustada à letra de nosso Estatuto, restritos à melhoria e à conservação da fertilidade da terra e das condições ambientais envolvidas, como segue:

A – Educação Individual
........A1 – Bolsas de pós-graduação
........A2 – Auxílio de participação em eventos
........A3 – Auxílio de participação em cursos e treinamentos
B – Educação Coletiva
........B1 – Eventos técnico/científicos
........B2 – Demonstrações
........B3 – Livros, bibliotecas
C – Embasamento da Educação
........C1 – Pesquisa Agronômica
........C2 – Teste de validação

Procuraremos ainda intensificar nossa ação para promover a Agrisus através de divulgações à mídia e da presença efetiva nos eventos relacionados a nosso escopo, sendo também nossa intenção criar o Prêmio Agrisus para autores de trabalhos específicos enquadrados na nova classificação.

Continuaremos mantendo estreito relacionamento com entidades dedicadas a conservação de solos, bem como com estabelecimentos oficiais ou particulares relacionados às finalidades da Agrisus.

São Paulo, 10 de Dezembro de 2007.


(a) F. Cardoso
Presidente
 VoltarImprimirEnviar para um amigo

Conveniada: Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz - FEALQ 
Contato: agrisus@agrisus.org.br e agrisus@fealq.org.br