JULHO 19

As colheitas de cana-de-açúcar, café, citros e muitas outras frutíferas avançam nas regiões produtoras enquanto o frio e a estação seca preparam as plantas para as novas floradas e futuras produções.

 
 ENTREGA PRÊMIO
 Busca
 
 VoltarImprimirEnviar para um amigo
(ep)
:: Plano de Atuação 2005
Senhores Curadores:

De acordo com disposições estatutárias submetemos ao Conselho de Curadores o Programa de Atuação para 2005, passivo de ajustes no decorrer do exercício.

Plano de Atuação para 2005

Os três anos e meio de existência da Fundação nos deram uma boa orientação sobre as tendências do interesse em financiamentos pela Agrisus. Os projetos aprovados até 2004 bem como as preferências observadas farão parte de nosso Relatório de Atividades a ser submetido no inicio do próximo ano.

Com base nessa orientação propomos a seguinte distribuição da verba total que vier a ser aprovada:

-educação (bolsas, treinamentos, encontros científicos e similares). . .. . . . . . . . . . 40%
-pesquisas (relacionadas a pós-graduação ou independentes). . . . . . . . . . . . . . . . 40%
-extensão rural (congressos motivacionais e semelhantes). . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20%

O resultado financeiro verificado nos 10 primeiros meses do ano corrente permite apropriar recursos na ordem de R$ 200.000,00 para completar o saldo do Fundo Agrisus, restabelecendo uma verba inicial de R$1.000.000 para 2005, a qual seria destinada a projetos de acordo com a distribuição acima.

Para as despesas do ano, -inclusive as relacionadas ao Convênio com a FEALQ ora destacadas dos projetos,- sugerimos uma verba global de R$250.000 a ser suportada pela receita prevista de R$2.000.000, resultante do rendimento de investimentos de nossos bens patrimoniais ora no montante de aproximadamente R$15,5 milhões.

Faz parte de nosso programa dar preferência ao Banco do Brasil para administração de nosso patrimônio. Iremos acompanhar com diligência a ação judicial para assegurar nossa imunidade fiscal, bem como diligenciar para reaver as parcelas do IRPJ indevidamente recolhidas ao Tesouro Nacional, ao em vês de serem depositadas na Caixa Econômica Federal conforme decisão judicial.

No próximo exercício prevemos aperfeiçoar nosso "site" tornando-o cada vez mais informativo, oferecendo uma retaguarda para as atividades da nossa assessoria de imprensa e mídia em geral, que tem apresentado bons resultados em 2004, tanto para incentivar bons projetos como para consolidar uma imagem favorável da entidade. Essa assessoria nos orienta igualmente na contratação de publicidade institucional que se mostrar conveniente.

Inauguramos e pretendemos dar continuidade a um sistema de Circulares mensais focalizando matérias de especial importância para a agricultura de conservação, ensejando assim que pesquisadores e professores e demais interessados venham a formular planos de trabalho a serem financiados pela Fundação. Tais sugestões poderão ser complementadas por uma lista de projetos prioritários a ser eventualmente divulgada.

No empenho de nos relacionarmos com organizações que possam vir a complementar o pleno desempenho de nossas finalidades, esperamos continuar mantendo o bom entendimento com as diversas entidades do setor, bem como participar pessoalmente, ou através de representantes, dos eventos úteis à difusão de tecnologia do Plantio Direto e similares.

No próximo ano completaremos 4 anos de atividade o que nos credencia ao reconhecimento como entidade de utilidade pública junto às autoridades competentes. Envidaremos os melhores esforços para obter esses registros.

São Paulo, 03 de Dezembro de 2004

A Diretoria
 VoltarImprimirEnviar para um amigo

Conveniada: Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz - FEALQ 
Contato: agrisus@agrisus.org.br e agrisus@fealq.org.br