JANEIRO 2019

Soja e outras plantas de verão em pleno crescimento.
Citros, café e cana de açúcar enfrentando limitações do clima.

 
 PRÊMIO AGRISUS
 Busca
 
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo
(mla)
:: ATRIBUTOS MICROBIOLÓGICOS DO SOLO EM SISTEMAS INTEGRADOS NA REGIÃO NORTE DO MATO GROSSO
O elevado teor de CBM apresentado pela ILP D em 2012, pode ser explicado devido a quantidade de culturas anuais nesta área. Em seu histórico foi utilizada nos primeiros cinco anos, uma cultura anual (leguminosa) no verão e duas gramíneas consorciadas (milho, sorgo ou milheto + Brachiaria ruziziensis) no inverno, com mudança apenas no ano agrícola de 2010/2011 para uma gramínea (arroz) no verão e uma gramínea e leguminosa no inverno (piatã + estilosantes).

Neste contexto, ao longo do histórico da ILP D, essa área sempre esteve com três culturas diferentes ao longo de cada ano agrícola, essa diversificação de culturas em uma mesma área proporcionaram diferentes fontes de exsudatos liberados e diferentes fontes de matéria orgânica para serem metabolizados e decompostos pela microbiota do solo. Com isso aumentou a fonte de carbono, o que pode ter favorecido o desenvolvimento da biomassa microbiana do solo.

Para ler a íntegra do relatório clique aqui

Fonte: Daniela Tiago da Silva Campos
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo

Conveniada: Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz - FEALQ 
Contato: agrisus@agrisus.org.br e agrisus@fealq.org.br