JANEIRO 2019

Soja e outras plantas de verão em pleno crescimento.
Citros, café e cana de açúcar enfrentando limitações do clima.

 
 LANÇAMENTO BIOGRAFIA
 Busca
 
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo
(mla)
:: QUALIDADE DO SOLO E ESTOQUES DE CARBONO SOB ILP NO TOCANTINS
Em solos agrícolas, a redução da emissão de CO2 é sinônimo do aumento do estoque de C no solo (principal reservatório de C terrestre), um processo usualmente referido como sequestro de C, que depende, principalmente, do tipo de solo, das condições climáticas (temperatura e precipitação) e do sistema de manejo de solo adotado. A matéria orgânica do solo (MOS), cujo principal componente é o C, é bastante sensível às condições ambientais e às mudanças nas práticas de manejo e, por isso, é considerada importante indicador de qualidade do solo.

A manutenção ou recuperação dos teores de MOS, e consequentemente de C, pode ser alcançada pela utilização de métodos de preparo do solo com pequeno, ou nenhum revolvimento, como o sistema plantio direto (SPD), associado a sistemas agrícolas com alta adição de resíduos vegetais, e a adoção destas e outras práticas de manejo na agropecuária proporciona, em última análise, o aumento da qualidade física, química e biológica do solo.

Para ler a íntegra do relatório clique aqui

Fonte: Elisandra Solange Oliveira Bortolon
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo

Conveniada: Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz - FEALQ 
Contato: agrisus@agrisus.org.br e agrisus@fealq.org.br