MARÇO 2019

Colheita da soja avança para o final e milho segunda safra consolida plantio. Chuvas e calor recuperam desempenho de cultivos perenes.

 
 CARTILHA SPD
 Busca
 
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo
(mla)
:: CICLAGEM DE NUTRIENTES POR PLANTAS DE COBERTURA E COMPARTIMENTOS DE CARBONO EM SISTEMA DE ROTAÇÃO SOJA-MILHO EM ÁREA DE TRANSIÇÃO CERRADO-AMAZÔNIA NO MATO GROSSO
A adoção do sistema de plantio direto (SPD) tem proporcionado a manutenção dos estoques de carbono no solo (Prior et al., 2004) e consequentemente melhorando os atributos químicos (Henrichs et al., 2005), físicos e biológicos do solo (Silva et al., 2007).

Nesse sentido, é evidente a importância e a contribuição da matéria orgânica para a disponibilidade de nutrientes para as plantas. Importante ainda ressaltar, que a baixa eficiência no uso de nutrientes, implica diretamente no maior uso de recursos ambientais, pois, as fontes para a fabricação de fertilizantes químicos, constituem-se de um recurso não renovável.

Como o SPD tem como requisito básico o não revolvimento do solo, rotação de cultura e o uso de plantas de cobertura visando a formação de palhada sobre o solo, estas podem afetar a dinâmica da MOS e a disponibilidade de nutrientes para culturas subsequentes, seja pela alteração dos compartimentos de carbono e/ou pela ciclagem de nutrientes.

Para ler a íntegra do relatório clique aqui



Fonte: Fabiano André Petter
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo

Conveniada: Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz - FEALQ 
Contato: agrisus@agrisus.org.br e agrisus@fealq.org.br