JANEIRO 2019

Soja e outras plantas de verão em pleno crescimento.
Citros, café e cana de açúcar enfrentando limitações do clima.

 
 LANÇAMENTO BIOGRAFIA
 Busca
 
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo
(mla)
:: CONSÓRCIO DE MILHO COM BRAQUIÁRIA: COMPREENDENDO OS RISCOS DO ESTRESSE HÍDRICO NA SAFRINHA DO TOCANTINS
Em parte da área agrícola do cerrado brasileiro, como no estado do Tocantins, o sistema de produção adotado é o cultivo de soja na safra e o milho na safrinha, e ainda é incipiente o consórcio com braquiária por desconhecimento e receios. Determinar critérios técnicos de recomendação é importante para difusão da tecnologia na região.

Várias pesquisas demonstraram que não há redução de produtividade de milho quando consorciado com braquiária em situações que não há falta de água, luz e nitrogênio. Em relação ao N, sabe-se uma pequena parte do N-fertilizante aplicado é absorvido pela braquiária consorciada, de tal forma que não é necessário aumentar a dose de N no cultivo em consórcio. Entretanto, não se sabe qual a importância do fator água e como reduzir o risco de perdas na produtividade de milho consorciado com braquiária no cultivo durante a safrinha, época de maior ocorrência de restrição hídrica.

Para ler a íntegra do relatório clique aqui




Fonte: Rodrigo Estevam Munhoz de Almeida
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo

Conveniada: Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz - FEALQ 
Contato: agrisus@agrisus.org.br e agrisus@fealq.org.br