JUNHO 19

Mês frio das tradicionais festas juninas, este ano deve ter calor acima da media em grande parte do país. Produtividades de plantas de inverno afetadas de forma imprevisível.

 
 ENTREGA PRÊMIO
 Busca
 
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo
(mla)
:: AVALIAÇÃO DO ÍNDICE DE QUALIDADE DO SISTEMA PLANTIO DIRETO POR ATRIBUTOS QUÍMICOS E FÍSICOS DE QUALIDADE DO SOLO
Buscando a melhoria das práticas de conservação do solo a agricultura brasileira iniciou na década de 70 uma significativa mudança no sistema de manejo e preparo do solo, saindo do antigo Sistema Convencional caracterizado pelo excessivo revolvimento do solo para a adoção do Sistema de Plantio Direto (SPD), onde o revolvimento do solo é reduzido. O SPD é considerado um dos grandes avanços no sistema de produção brasileiro, sendo cada vez mais utilizado trazendo benefícios aos atributos de qualidade do solo (Ziech et al., 2015).

A mudança de sistema de manejo do solo foi motivada por diversos fatores dentre os quais pode-se citar a redução no tempo e custo de preparo do solo, devido às diversas gradagens necessárias no sistema convencional.

Quando o SPD é utilizado de maneira adequada, ou seja, tendo suas premissas atendidas, são observadas melhorias nas qualidades química e física do solo, aproximando os valores dos atributos do solo aos de áreas nativas (Hickmann e Costa, 2012; Guareschi, Pereira e Perin, 2012).

Contudo é de conhecimento notório que, embora tenha sido um grande avanço a introdução e o grande crescimento do uso do SPD, este nem sempre é realizado dentro das premissas para que desenvolva sua melhor eficiência.

Para ler a íntegra do relatório clique aqui



Fonte: Laércio Augusto Pivetta
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo

Conveniada: Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz - FEALQ 
Contato: agrisus@agrisus.org.br e agrisus@fealq.org.br