JUNHO 19

Mês frio das tradicionais festas juninas, este ano deve ter calor acima da media em grande parte do país. Produtividades de plantas de inverno afetadas de forma imprevisível.

 
 ENTREGA PRÊMIO
 Busca
 
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo
(mla)
:: EFEITO ALELOPÁTICO DO AZEVÉM NO MILHO
A pesquisa buscou compreender os efeitos que a resteva de azevém proporciona no milho cultivado em sucessão. Se esses efeitos influenciam no atraso ou limitam a germinação, emergência, desenvolvimento inicial e, por conseguinte, o rendimento de grãos.

Aspectos de manejo, entre os quais, a indefinição do intervalo (em dias) entre dessecação do azevém e semeadura do milho justificam a realização do presente estudo, haja vista que informações registradas na literatura apontam correlações positivas entre efeitos nocivos da quantidade de biomassa presente na lavoura e a germinação e crescimento inicial no milho cultivado em sucessão.

Para ler a íntegra do relatório clique aqui




Fonte: Clério Hickmann
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo

Conveniada: Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz - FEALQ 
Contato: agrisus@agrisus.org.br e agrisus@fealq.org.br