JUNHO 19

Mês frio das tradicionais festas juninas, este ano deve ter calor acima da media em grande parte do país. Produtividades de plantas de inverno afetadas de forma imprevisível.

 
 ENTREGA PRÊMIO
 Busca
 
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo
(mla)
:: INFILTRAÇÃO DE ÁGUA E PROPRIEDADES FÍSICAS DO SOLO EM ÁREAS SOB SEMEADURA DIRETA NO OESTE DE SANTA CATARINA
A erosão hídrica é a principal fonte de degradação de solos do mundo. Estima-se que aproximadamente 25% dos solos cultivados no mundo possuem algum grau de degradação e, destes, se supõe que 84% sejam originados pela erosão, sendo a erosão hídrica responsável por 56% e a erosão eólica 28%.

Após o surgimento e a difusão da semeadura direta ou plantio direto, devido ao efeito protecionista da cobertura do solo, criou-se a falsa ilusão de que a erosão hídrica não era mais um problema. Nesse contexto, houve um grande abandono das demais práticas conservacionistas de suporte mas é obsoleta a ideia de que é desnecessário o uso de terraços e/ou práticas conservacionistas de suporte, especialmente em regiões com lavouras com alto grau de inclinação.

O conhecimento da infiltração de água no solo é essencial para a confecção e para o planejamento de obras ou estruturas hidráulicas para manejar e controlar a enxurrada e, consequentemente, a erosão hídrica nas áreas agrícolas.

Para ler a íntegra do relatório clique aqui




Fonte: Júlio César Ramos
Voltar VoltarImprimirEnviar para um amigo

Conveniada: Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz - FEALQ 
Contato: agrisus@agrisus.org.br e agrisus@fealq.org.br